Instituto Cultural de Ponta Delgada

Agenda

 
Exposições/Atividades

LOADING | de Madalena CorreiaWalk&Talk Azores 2019

05 a 20 de Julho de 2019 às Local: Instituto Cultural de Ponta Delgada

INSTALAÇÃO VIDEO
 
Inauguração: 5 julho | 18h00 | entrada livre
 
Horário: segunda a sexta | 14h00-17h30 | encerrado sábados, domingos e feriados | entrada livre
 
Tomando como ponto de partida o Mito de Sísifo de Albert Camus, Madalena Correia introduz o ritmo absurdista no seu trabalho, para refletir sobre o quotidiano, as ações apressadas, inconscientes e a busca constante pelo sentido das coisas. A rotina é-nos apresentada como enfadonha e repetitiva. Desvalorizamos o trabalho físico, os movimentos simples e quotidianos do nosso corpo, por vezes realizados de forma inconsciente. Porém, para atingirmos um determinado propósito, ideologicamente possível ou não, somos levados a tentar e a tentar, vezes sem conta, com um determinado tempo e ordem. Esse propósito precisa do corpo e dos seus recursos, pequenos gestos e movimentos, repetidos dia após dia, tornados rotina e prática, até serem aperfeiçoados ao nível da mestria ou da obsessão. No Mito de Sísifo, o objetivo não é a imortalidade, mas sim o tempo e o positivismo
aplicado pelo protagonista, a ação repetida e continuada, com a esperança de alcançar o impossível.
A artista associou esta reflexão, à sua rotina diária no Estúdio 13 (espaço multidisciplinar de criação e ensino artístico), com o propósito de destacar um conjunto de acontecimentos ‘absurdistas’, previamente executados, e transformá-los em movimento sem propósito. "Loading", o projeto que a artista apresenta no Instituto Cultural de Ponta Delgada, consiste numa instalação vídeo, composta por cinco ecrãs que projetam, de forma sequencial e alternada, diferentes movimentos a serem executados pelo corpo. Os movimentos são repetitivos, ações em suspenso e aparentemente sem objeto ou propósito. O que seria Sísifio sem a sua pedra de mármore?
 
Madalena Correia, nasceu a 12 de maio de 1997 na ilha de São Miguel, Açores. Desde cedo participou e realizou diversos projetos no grupo Ateliê d’Artes – ESAQ, na Escola Secundária Antero de Quental, nomeadamente pinturas murais, instalações artísticas, entre outros. Em 2014, integrou a exposição coletiva do Prémio Artes Visuais Medeiros Cabral, "A família e o trabalho", no Museu Carlos Machado, Núcleo de Santa Bárbara, participando com uma instalação. No ano seguinte, realizou em parceria com Paulo Melo, Sofia Sousa e Manuel Morgado, uma instalação artística, "Alegoria Submersa", apresentada nas Portas do Mar, num antigo escritório abandonado. No mesmo ano integra a licenciatura em Arte Multimédia – Performance e Instalação, pela Faculdade de Belas Artes, da Universidade de Lisboa. Em 2016, fez parte da Exposição de Artistas Açorianos, na Casa dos Açores em Lisboa, com um tríptico, intitulada "Mercedes", 84x178cm. Durante o seu percurso académico destaca-se nas vertentes de performance e instalação, sob a orientação do Artista e Professor João Onofre. Em outubro de 2018, inicia a sua atividade profissional como realizadora, editora e fotógrafa no Estúdio 13 - Espaço de Indústrias Criativas, sob orientação de André Melo e Maria João Gouveia, onde se mantém até à data.
 
Para mais informações ver: https://www.walktalkazores.org/

Retroceder
Fechar